sexualidade e emoções

TRAIÇÃO ON-LINE PDF Imprimir E-mail
Qua, 22 de Abril de 2015 23:42

A ideia de amor ou estar com alguém pressupõe fidelidade. Sendo assim, os relacionamentos amorosos são marcados pelo compromisso de lealdade. Isto vem de uma herança do “amor romântico”.

.

 

A traição consegue desestabilizar os relacionamentos dos casais, independentemente do tempo que estão juntos.

No mundo contemporâneo, a traição se tornou mais comum, não apenas para os homens, como também para as mulheres.

Durante a história da humanidade, os casais se uniram por diversos motivos, alguns diferentes do nosso mundo atual, como na idade média, onde os casamentos eram escolhidos pelos familiares por afinidades e questões financeiras. Porém, na contemporaneidade, a mulher tornou-se mais atuante na sociedade e com o controle da natalidade elas passaram a ter liberdade para viver com plenitude sua sexualidade.

Ser uma mulher divorciada deixou de ser um preconceito e um obstáculo para iniciar novos relacionamentos.

A ideia do amor ou se relacionar com alguém pressupõe fidelidade. A traição, apesar de ser algo comum na nossa sociedade, ainda é um “fantasma” que acarreta sofrimento nos relacionamentos.

Existem pessoas que não suportam e não perdoam uma traição. O nível de desestruturação emocional e a revolta, torna insuportável a convivência conjugal, levando muitos casais à separação. Outros, mesmo com muito ressentimento e dor, tentam superar e perdoar seu(sua) companheiro(a). Este processo de reconstrução é lento e a quebra da confiança se tornará um obstáculo no relacionamento por um longo tempo, onde tudo dependerá de como o casal irá administrar e superar, com sensibilidade e maturidade, as dificuldades que são inerentes na vida da grande maioria dos casais.

Existem relacionamentos que, mesmo sem confiança e ressentimentos profundos, permanecem juntos por longos anos, por não se sentirem com capacidade e poder para se separar na busca de novas experiências e mudança de vida.

Viver num relacionamento sem entusiasmo e extrema monotonia, ainda é uma realidade de muitos casais no mundo moderno.

Neste clima de solidão conjugal, tornam-se vulneráveis à traição, seja ela real ou virtual.

A traição não está presente apenas nos casais que estão insatisfeitos no relacionamento conjugal, mas, também, nos casais que estão bem estruturados sentimentalmente.

Muitos homens buscam a traição como uma forma de afirmação para si mesmo e para os amigos, realizando a necessidade de viver novas experiências sexuais.

Amam sua(seu) companheira(o), não desejam a separação, mas sentem a necessidade de viver novas experiências sexuais com pessoas diferentes.

Como administrar esta realidade sem ferir os sentimentos do outro? Este é o grande risco que têm plena consciência de assumir e enfrentar no seu relacionamento.

Uma aventura amorosa, em muitos casos, torna-se um relacionamento prolongado, onde existe a dificuldade de limites para não interferir no relacionamento e ser descoberto pelo cônjuge.

Mesmo nos dias atuais, existe uma maior permissividade e tolerância pela traição masculina do que pela feminina. Elas ainda sofrem julgamentos mais discriminativos pela sociedade. Os homens, de um modo geral, não perdoam a traição das companheiras, na mesma proporção como elas tendem a superar e lutar para conquistar o equilíbrio de sua vida conjugal.

A traição é um tema muito complexo, onde vários autores e estudiosos já escreveram e realizaram importantes pesquisas, no sentido de orientar e sensibilizar seus leitores que buscam orientação para entender seus conflitos existenciais.

Existe uma diferença entre traição real e virtual?

Muitas pessoas acreditam que enquanto não houver contato físico não existe traição.

O que seria traição física e emocional?

Quando se relaciona com outra pessoa pela internet, mantem-se esta relação em sigilo, pois se descoberta pela(o) parceira(o) pode causar muita dor e sofrimento.

O ser humano, de uma maneira geral, é motivado pela adrenalina e os relacionamentos pela internet oferecem muitas emoções. O suspense e a imaginação ficam a mil.

Não significa que esta pessoa não tenha um relacionamento satisfatório, mas com a continuidade pode passar a realizar comparações, levando a uma mudança de comportamento em relação a sua(seu) parceira(o), gerando conflitos e insegurança.

É importante refletir e pensar nas próprias atitudes, avaliando como poderá equilibrar estas vivências virtuais, sem interferir no relacionamento conjugal, pois existem insatisfações em todos os relacionamentos, portanto, é necessário o diálogo para superar as diferenças com maturidade e responsabilidade.

Muitos buscam fugir da monotonia de seus relacionamentos na fantasia virtual, por ser mais cômodo e não realizar mudanças de atitudes mais criativas para melhorar seu relacionamento conjugal e familiar.

Em muitos casos, a monotonia atinge a vida familiar como um todo, interferindo na relação com os filhos.

Muitas pessoas, atualmente, não conseguem controlar seus impulsos, não apenas nos relacionamento virtuais, como também na sua vida de um modo geral. Não administram satisfatoriamente seu tempo.

Existem pessoas totalmente dependentes das redes sociais pela internet, se ausentando do contato e diálogo com a família.

Tudo que se tornar intenso e repetitivo transforma-se em um problema comportamental.

Na internet cada um procura viver a sua “verdade desejada”, buscando uma verdade virtual e não real.

No mundo virtual as palavras podem ser manipuladas, mas o olhar, os gestos e a postura dizem muito mais.

Como lidar emocionalmente e equilibradamente com estas questões é o grande desafio de homens e mulheres. O sexo virtual é entusiasmante e estimulante, mas os limites e a valorização do seu relacionamento real é algo que necessita ser avaliado continuamente para que não possa perder o controle da situação, e se depare com o sofrimento e a instabilidade emocional do relacionamento conjugal.

A fantasia é importante na vida das pessoas, principalmente, para estimular a relação sexual.

Os filmes eróticos são estimulantes para os casais na descoberta de novas possibilidades de viver o prazer sexual. Podem despertar no relacionamento novas experiências sexuais prazerosas, proporcionando uma vida mais entusiasmante na relação do casal.

Existem muitos livros e filmes interessantes na área da sexualidade humana, que podem ser utilizados pelos casais para diversificar as relações sexuais.

Cada caso é um caso, não existe uma regra de comportamento mais adequada, o mais importante é o equilíbrio e o bom senso para viver seus desejos e fantasias, respeitando a si próprio e ao outro.

Refletir no que realmente deseja e olhar seus sentimentos, buscando sua felicidade e o respeito pelo outro.


Semiramis Prado

 

Enquete

Quais temas você gostaria de ler a respeito?