sexualidade e emoções

Abuso Sexual é um Precursor para o Comportamento Suicida? PDF Imprimir E-mail

Estudo liderado pelo Doutor Paul E. Bebbington e colaboradores, da Universidade College de Londres  e publicado no Journal of Psychiatry em outubro de 2009, estudaram a correlação entre abuso sexual e comportamento suicida. .

Segundo o estudo, o abuso sexual e suicídio são mais comuns em mulheres, o que levou os pesquisadores a testar a hipótese de que o abuso sexual pode contribuir para o risco de suicídio em mulheres.

Usando dados de 2000 do British National Survey of Psychiatric Morbidity, os pesquisadores entrevistaram 8.580 voluntários selecionados aleatoriamente entre 16 e 74 anos de ambos os sexos nas residências individuais da Grã-Bretanha.


Análise primária do estudo foi baseada na história da vida de tentativa de suicídio. Os resultados secundários também incluíram a análise de intenção suicida.

Entre os entrevistados, 430 (4,5%) relataram pelo menos, 1 tentativa de suicídio durante o curso de suas vidas, e 50 (0,5%) indivíduos relataram pelo menos, 1 tentativa de suicídio no ano passado.

Os pesquisadores encontraram um padrão semelhante para a intenção suicida: 12% dos homens contra 17% das mulheres, que é uma diferença significativa. No entanto, relatam que não havia diferenças entre os 2 grupos na intenção de suicídio durante a última semana ou do ano passado.

O abuso sexual foi relatado por 3,5% da população estudada, sendo mais comum nas mulheres (5,2%) do que homens (1,6%). No entanto, dizem os autores, não está claro se essas taxas são um verdadeiro reflexo da prevalência de abuso sexual entre homens e mulheres, ou se é confundido pelo fato de que os homens podem ser menos prováveis de relatar abuso sexual.

Quando os investigadores repetiram a análises utilizando intenção suicida na semana passada, no ano passado, e durante o curso da vida, os resultados foram semelhantes. Abuso sexual foi fortemente relacionado à intenção suicida em todos os grupos. 

 

Enquete

Quais temas você gostaria de ler a respeito?