sexualidade e emoções

Gravidez adolescente: 14 anos de seguimento. Dados de acompanhamento em instituição Australiana. PDF Imprimir E-mail

Estudo realizado pela Dra. Jenifer Gaudie e colaboradores e publicado no BMC public Health em março de 2010, avaliaram e acompanharam 155 meninas com idade inferior a 20 anos em sua primeira gravidez.

.

 

Muitos países orientais continuam a ter altas taxas de gravidez adolescente, o que pode resultar em conseqüências adversas para a mãe e para a criança. A Austrália tem uma taxa de gravidez na adolescência relativamente elevada entre os países ocidentais com 19,8 nascimentos por 1000 mulheres entre 15 e 19 anos. Dos 30 países da OCDE, Portugal está em primeiro lugar em relação à taxa de natalidade na adolescência. A gravidez na adolescência está associada a sérios riscos de saúde a mãe e ao bebê. Mães adolescentes terão ao longo da vida uma maior probabilidade de obterem piores índices de qualidade de vida, além de se tornarem dependentes financeiramente e fumantes. Os filhos de mães adolescentes têm estatisticamente falando, maiores chances de alcançarem um nível sócio econômico baixo além de repetir o mesmo ciclo de maternidade adolescente.

O mesmo estudo mostrou uma associação forte entre comportamento delinqüente, agressividade e índice elevado de gravidez adolescente.

Os autores concluíram que a maneira de prevenir os problemas conseqüentes da gravidez na adolescência deve começar na escola primária. Observar e aconselhar os pais, principalmente daquelas meninas com comportamento agressivo e delinqüente.

 

Enquete

Quais temas você gostaria de ler a respeito?